Dieta dos pontos

Imagine uma dieta em que qualquer alimento pode ser consumido, desde que se tenha moderação e não saia de uma pontuação determinada. Imaginou?

Pois bem, esse tipo de dieta existe, se chama dieta dos pontos e faz alguns anos que ela faz bastante sucesso.

Nesse tipo de dieta existe uma pontuação diária e cada alimento vale um número de pontos, de acordo com o seu valor calórico.

Sendo assim, você pode comer o que quiser todos os dias até atingir os seus pontos, sem quaisquer restrições de alimentos. Até mesmo os doces são permitidos na dieta dos pontos.

No entanto, claro, quanto mais calórico for o alimento escolhido, menor será a quantidade de alimentos que você poderá consumir em um dia. Por isso é que essa dieta é tão boa, visto que estimula as pessoas a fazer boas escolhas alimentares, mas sem restringir.

É uma dieta diferente de outras como a famosa receitas para secar em 30 dias ou outros métodos famosos.

Então, continue lendo e vamos saber um pouco mais sobre a famosa dieta dos pontos logo a seguir.

Afinal, como funciona a dieta dos pontos

A dieta dos pontos trabalha com uma quantidade de pontos que é permitida comer em um dia. Em alguns tipos, o cálculo é feito de acordo com o gênero do seu praticante.

Em outros casos, a dieta dos pontos pode levar em consideração outras características pessoais, tal como idade, peso, altura, quantidade de peso a ser eliminado e outros.

Não importa qual seja a variação escolhida da dieta dos pontos, o que não muda é que o praticante deve ter um diário alimentar para registrar o que foi comido durante o dia.

Assim fica mais fácil controlado que já foi comido e o que ainda é possível comer durante o seu dia.

No caso de quem pratica atividades físicas, alguns pontos ainda são acrescentados ao cardápio, para que possa comer um pouco mais visto o aumento no gasto calórico.

Quanto o peso desejado é atingido, o praticante entrará na fase de manutenção, adaptando os pontos consumidos para a manutenção da perda de peso que obteve.

Para isso, a pessoa contará com uma tabela de alimentos e quantos pontos ele representa.

Obviamente, essa tabela deve ser correspondente ao tipo de dieta dos pontos que você escolher para seguir, visto que existem variações.

4 mitos sobre as dietas de emagrecimento

Quando o assunto é dieta ou fórmulas para emagrecer é possível encontrar uma infinidade de artigos, vídeos e até mesmo cursos que ensino essa, ou aquela maneira de perder peso definitivamente. Mas, será que isso tudo que vemos nestes conteúdos, é realmente verdade?

A resposta para essa pergunta é não, nem tudo o que é veiculado na internet ou mesmo em revistas é verdade. Existem muitas ‘dicas’ que simplesmente não funcionam quando o assunto é perder peso. Por isso, separamos  mitos sobre as dietas de emagrecimento para te ajudar a se livrar dessas mentiras. Acompanhe.

Descubra 4 mitos sobre as dietas de emagrecimento

  1. Quanto menos calórica for sua dieta, mais rápido você emagrecerá

Certamente esse é um dos mitos mais disseminados por aí e um dos mais equivocados. Afinal, se você diminuir muito sua ingestão calórica, seu organismo pensará que você está passando por uma privação de alimentos e diminuirá drasticamente seu metabolismo, o que lhe impedirá de queimar as gorduras armazenadas.

  1. Carboidratos fazem engordar, por isso, devem ser evitados

O carboidrato em si não é um vilão de uma dieta. O que faz uma pessoa engordar é a quantidade e qualidade dos alimentos e não um ou outro alimento específico.

Se você optar por ingerir carboidratos integrais, de baixo índice glicêmico, não haverá problema nenhum.

  1. Alguns alimentos são capazes de queimar gordura

Infelizmente isso é um mito. Nenhum alimento é realmente capaz de queimar a gordura que já está armazenada em seu organismo. O que pode acontecer é que alguns são mais fibrosos, ou seja, possuem uma digestão mais difícil. Logo, durante sua própria digestão o organismo queima as calorias provenientes dele, agora existem alguns produtos naturais como o Womax que ajudam a eliminar gordura pelas fezes, estes sim funcionam muito bem,

  1. Comer no período da noite engorda

Esse também é um dos mitos mais populares. O fato de comer à noite não engorda, o que engorda é comer uma quantidade inadequada de calorias e não as queimar.

Por exemplo, se você vai jantar e dormir, o mais indicado é que faça uma refeição leve. No entanto, se você vai jantar e sair para dançar, ou trabalhar à noite, sua refeição deve ser um pouco mais reforçada.

São apenas 4 mitos sobre as dietas de emagrecimento, mas certamente os mais comentados e passados de uma geração para outra. Se você quiser conhecer mais alguns mitos, vale a pena também assistir:

E lembre-se: se você quer emagrecer de verdade, o melhor caminho é sempre procurar um profissional para que ele desenvolva uma dieta adequada para seu corpo e sua rotina.

4 Grandes Erros ao Fazer Dieta

Fazer dieta, muitas vezes, é sinônimo de emagrecer e esse não é um conceito errado, afinal, para perder peso é preciso ter um controle do que se come.

Porém, é bastante comum algumas pessoas fazerem dieta e não conseguirem perder peso, por maior que seja o tempo que elas sejam seguidas.

Se está fazendo uma dieta para emagrecer e não consegue ver os resultados, é sinal de qual alguma coisa está errada. Por isso, veja quais são os maiores erros e não os cometa.

Cortar suas comidas favoritas

Muita gente acha que fazer dieta é se torturar, ou seja, não vai poder nada do que gosta e por isso vai deixar de viver. Isso fará com que esse processo de emagrecimento se torne muito mais difícil do que já é, pois não verá nada de bom nisso.

Na verdade, é preciso fazer uma reeducação alimentar, mudar a forma como se relaciona com a comida e não deixar de comer tudo o que você gosta. É preciso se adaptar às mudanças, incluindo, o que gosta de forma inteligente, assim, poderá levar esse aprendizado para toda a vida.

Quando você coloca pequenas quantidades de alimentos que gosta ao longo da semana não haverá o excesso e nem a obsessão e compulsão pela comida.

Eliminar grupos alimentares

Eliminar um grupo alimentar é bastante comum em algumas dietas e um erro, pois traz um resultado por um curto período de tempo. O mais comum de ser ver é retirar o carboidrato do cardápio e achar que com isso não irá mais ganhar peso.

Em um primeiro momento realmente conseguir é perder peso, mas a longo prazo podem surgir problemas como cansaço, irritabilidade e outros.

Todos os grupos alimentares são importantes e devem ser consumidores para que possamos nos manter saudáveis, por isso, eliminar algum deles não é uma boa recomendação. O ideal é manter um equilíbrio para conseguir o esquema a médio e longo prazo. Em alguns casos a eliminação pode resultar no consumo exagerado de outro grupo ou de certos alimentos que podem te fazer ganhar peso.

Interromper a dieta

Tem gente que acha que a dieta só deve ser feita durante a semana, quando chega o final de semana acabam relaxando. Nesse caso, tudo o que você conseguiu perder durante a semana vai ganhar de novo com o happy hour, churrasco, bebidas alcoólicas e outros.

Fazendo isso, nunca vai conseguir chegar ao seu peso que precisa, o ideal é fazer a reeducação alimentar, sabendo dosar os alimentos e controlar o que está consumindo, independente do dia da semana. Se você tem dificuldades porque a fome aperta, então o melhor a fazer é, junto com a dieta tomar algum suplemento que ajude a controlar o apetite, Hibislim faz isto e ainda tem outros benefícios.

Não ter prazer na alimentação

A comida tem que ser gostosa, caso contrário, não conseguirá seguir a sua dieta por muito tempo. Não cometa o erro de cortar da dieta tudo o que é bom e em pouco tempo abandoná-la.

Faça alimentos bem temperados e aprenda a trabalhar com os alimentos, garantindo que eles continuem tendo baixas calorias, mas com um sabor agradável ao paladar e que te dê vontade de comer.

Descubra como acelerar o metabolismo para perder peso

A cada dia que passa mais pessoas se percebem acima do peso e procuram um meio para perder peso. Realmente, o sobre peso pode atrapalhar a qualidade de vida além de ter o poder de causar diversos problemas de saúde. Por isso, a procura por acelerar o metabolismo é um caminho viável, uma vez que ele ajuda a queimar a incômoda gordura.

Procurar acelerar o metabolismo auxilia qualquer tipo de perda de peso que já possa ter sido iniciado. Mas não esqueça que um profissional da área pode lhe ajudar muito a conquistar seus objetivos.

O que deve ser feito para acelerar o metabolismo

Não acredite que as dietas restritivas que são encontradas na internet são uma mina de ouro, pois em sua grande maioria são apenas ilusões. Algumas podem até funcionar no curto prazo mas não conseguem evitar o famoso efeito sanfona.

Um diferencial para perda de peso e ter um metabolismo mais acelerado e ganhar massa magra através de exercícios que foquem nessa qualidade, pois a pessoa com mais músculos mesmo em repouso queima mais calorias que uma pessoa sedentária.

Lembre-se de nunca se desesperar ao ver outros que possam estar perdendo peso mais rápido que você, pois a predisposição genética é um fator que sempre precisa ser levado em consideração. Cada organismo é único, assim como o indivíduo.

Para conseguir auxiliar o processo e deixar o seu metabolismo mais acelerado, as dicas a seguir podem lhe ser de grande valia.

  • Ganhe músculos

Como dito anteriormente, uma pessoa com uma maior quantidade de músculos obriga o organismo a trabalhar mais para que possa mantê-los. Qualquer atividade física pode te auxiliar nesse quesito. Para aqueles que não podem ir à academia, nada impede de aposentar o carro e andar a pé ou de bicicleta, e para de usar elevadores enquanto pode utilizar as escadas.

  • Fragmente as refeições

Não pule refeições e se alimente em menor quantidade em uma frequência máxima de 4 em 4 horas, ou seja, uma média de 6 refeições diárias. Assim, o organismo não sente necessidade de fazer estoque de calorias e funciona no máximo de sua capacidade por todo o dia.

Também é recomendado o uso de suplementos capazes de ajudar a acelerar o metabolismo, o suplemento super slim x funciona de forma impressionante sete quesito.

  • Não corte carboidratos

Se foi dito que os músculos são importantes para queimar calorias, os carboidratos são sua fonte de energia. Por isso, diferentemente do que algumas dietas dizem, não corte os carboidratos, mas saiba como se alimentar com eles sem exageros.

Pra saber mais você pode assistir o vídeo abaixo para ver como um metabolismo acelerado pode te ajudar.

Como emagrecer com saúde

Muito mais do que querer estar dentro dos padrões de beleza, muitas pessoas procuram emagrecer por uma questão de saúde, tendo em vista que estar acima do peso dificulta a ação de algumas tarefas básicas do dia a dia. Além disso, o acúmulo de gordura no corpo propicia o desenvolvimento de doenças como colesterol, hipertensão e diabetes.

Mas não basta emagrecer, é preciso emagrecer com saúde. Algumas pessoas desistem de buscar o peso ideal por tentarem dietas que não funcionam e acabarem caindo no clássico efeito sanfona. Para acabar com isso de uma vez por todas, leia as dicas abaixo para emagrecer com saúde.

Crie uma rotina alimentar

Ter horários regrados ajuda muito no emagrecimento. Tente comer sempre nos mesmos horários. Outro ponto importante para emagrecer com saúde, é não ficar muito tempo sem comer, o ideal é fazer refeições moderadas de 3 em 3 horas. É melhor comer mais vezes em menores quantidades do que o contrário, pois seu organismo irá digerir melhor assim. Procure se organizar e criar uma rotina. Para facilitar você pode colocar lembretes ou despertadores para não esquecer.

Varie os alimentos

Muita gente acha que para emagrecer você só pode comer um tipo de alimento (normalmente frutas e saladas), mas isso é um equívoco. É preciso sim evitar doces e gorduras, mas para emagrecer com saúde você deve diversificar os alimentos de sua dieta. Um prato colorido com diferentes tipos de alimentos é fundamental para quem busca perder uns quilinhos.

Quando você come apenas um tipo de alimento, seu corpo fica com falta de outros nutrientes. De nada adianta emagrecer, mas acabar ficando com uma anemia ou alguma doença do gênero. Para complementar sua alimentação você pode consumir suplementos naturais que são ricos em vários nutrientes.

Não passe fome

Seguindo na linha da dica anterior, muitas pessoas acham que para emagrecer é preciso passar fome e não sabem o risco que correm com essa prática. Além de poder desenvolver as deficiências citadas acima, ficar sem comer não ajuda a emagrecer, pois quando não está bem alimentado, o corpo economiza calorias para estocar energia. Isso sem mencionar que normalmente as pessoas ficam longos períodos sem comer e depois acabam se alimentando demais ou com alimentos gordurosos.

Escolha bem os alimentos

Os alimentos, se escolhidos de forma certa e consciente podem ser grandes facilitadores da perda de peso. Para emagrecer com saúde consuma alimentos ricos em fibras, ômega 3, e ação termogênica pois eles queimam as gorduras do organismo, além de acelerarem o metabolismo, desincharem e aumentarem a saciedade, para que isto ocorra de forma ainda melhor, também pode tomar o quitoplan suplemento natural. Exemplos desses alimentos são: peixes, aveia, feijões, pimenta e canela.

Fique de olho nos sintomas

Não é normal sentir tonturas ou até desmaiar enquanto se faz uma dieta. Se você sentir algum sinal de fraqueza é porque algo está errado. Emagrecer som saúde é justamente o oposto disso, é sentir-se bem por estar ingerindo alimentos saudáveis. Caso você tenha algum sintoma, procure imediatamente um médico.

Mais informações sobre como emagrecer com saúde

Se você quiser saber ainda mais, assista a esse vídeo do canal Tua Saúde onde a nutricionista Tatiana Zanin dá várias dicas sobre como emagrecer com saúde:

Você também pode procurar um médico ou nutricionista para receber uma dieta ideal para você e seu estilo de vida